Pilates: fortalecendo o corpo sem tédio

Na década de 1920, Joseph Pilates, alemão, criou o método Pilates de condicionamento físico. Muito doente desde criança, Pilates foi auto-didata em anatomia e fisiologia humana, apaixonado pela superação física que um ser humano é capaz de apresentar. Criou aparelhos e uma vasta gama de exercícios que o permitia, mesmo doente, desenvolver seu condicionamento, o que o possibilitou tornar-se ginasta e mergulhador.

O método Pilates envolve exercícios que prezam a qualidade do movimento, e não a quantidade. Assim, esqueça o padrão academia de várias séries repetitivas de um mesmo exercício. No pilates, você faz poucas repetições de exercícios que estimulam sua musculatura de dentro para fora, fortificando seu corpo como um todo. Ao contrário da academia, onde você faz exercícios repetitivos para o bíceps, ou para as coxas, ou para o abdômen, por exemplo, no pilates você faz uma grande variedade de exercícios em uma aula, sendo que eles trabalham várias regiões do corpo simultaneamente. Além disso, o pilates também proporciona a melhora no equilíbrio ao mesmo tempo em que se fortifica a musculatura. Muitos exercícios apresentam grande influência do Yoga.
Existem locais onde se pratica pilates sem o uso de aparelhos, mas conheço pessoas que praticavam pilates “solo” e se queixaram de dor nos pulsos, por exemplo. Por isso, eu preferi praticar o pilates com aparelhos. São equipamentos (alguns parecem aparelhos de tortura, eu sei rs) que proporcionam uma melhor postura durante os exercícios, e que não utilizam pesos. No pilates, assim como no Yoga, muita força vem do levantamento do próprio corpo. Há também a utilização de molas para dificultar e, em alguns exercícios, facilitar o movimento. Isso é muito importante, pois eu por exemplo não posso levantar pesos.
Eu procurei o pilates porque tenho escoliose (minha bacia é torta, e minha coluna, conseqüentemente, também) e preciso continuamente fortalecer e alongar minha musculatura, caso contrário sinto muita dor. Fiz durante muitos anos natação, mas depois de um tempo enjoei. Faço pilates há quase 6 meses, e ADORO. Nunca fui muito fã de fazer exercícios, sempre fui preguiçosa rs. Mas o pilates tem exercícios tão variados, com pouca repetição, que a aula parece passar super rápido. Além disso, consegue o que poucos esportes conseguem: fortalecer E alongar a musculatura. Para mim é perfeito.

Como falei até agora, o pilates realmente fortalece a musculatura. Fazendo direitinho (sem preguiça!) você rapidamente percebe a diferença. Mas o que muita gente pergunta é: pilates emagrece? Como o pilates trabalha a musculatura, ele é bom para ajudar a reduzir medidas específicas, já que você promove a queima de gordura local. Mas se você quer emagrecer pra valer, o que é realmente eficaz são exercícios aeróbicos (natação, corrida, caminhada, ciclismo, por exemplo), e não tanto o pilates, que trará mais definição muscular mas não queima muito alta de gordura.

O problema do pilates é o preço: 1 aula por semana costuma ficar acima de R$250/ mês. É preciso tomar cuidado pois é preciso um instrutor bom, que entenda do método, e que te fique supervisionando, para você não fazer movimentos errados e se machucar. Por isso, academias lotadas que têm vários alunos por intrutor não são recomendadas, e é claro que tudo isso encarece a prática.

Eu faço pilates na Rua Pires de Oliveira, 1128, com a fisioterapeuta Diana Santana. Pago R$274/mês (aulas de 1 hora, 2 vezes por semana). Sim, é caro, mas procurei muitos lugares e esse de longe é o que tem o melhor preço, além de a professora ser muito atenciosa, e só haver no máximo 3 alunos por vez na aula. É possível marcar uma aula experimental gratuita, de 30 minutos, ligando para 11-3476-8764.
Vale muito a pena!
Anúncios

Deixe um comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s