Dicas de viagem: inverno europeu

Oi gente!

Como fomos viajar para a Áustria e para a Alemanha na nossa Lua de Mel, pensei em fazer um post para meus queridos brasileiros que não sabem bem como sobreviver ao inverno europeu! Depois faço um post com dicas turísticas dos lugares aos quais fomos. Nessa viagem pegamos temperaturas em torno de zero grau, e também dias em que nevou. Espero que essas dicas os ajudem caso passem pelo mesmo que nós!

Casaco

A primeira preocupação que vem à nossa cabeça quando planejamos viajar no frio são as roupas, e o que se deve manter em mente é que, por mais frio que esteja fazendo, os locais fechados (casas, lojas, restaurantes, carros, ônibus, metrô, etc) têm aquecedor. Então o mais prático é se vestir com o mínimo de camadas possível, ao contrário do visual “cebola” que nós muitas vezes usamos em São Paulo. O importante é ter um bom casaco, bem quente, que te mantenha aquecido ao ar livre, assim quando você entrar numa loja você só precisa tirá-lo e carregar uma única peça de roupa para não passar calor. Esses casacos geralmente são “fofos”, ou seja, têm bastante ar dentro para que você fique isolado termicamente e não perca calor. Existe hoje em dia também novas tecnologias que permitem que os casacos sejam mais finos e ainda assim quentes. Vale a pena conferir a loja da Decathlon, onde você encontra roupas de frio na sessão de ski e snowboard com preço mais em conta. Lojas como a Zara também vendem casacos de frio quando é inverno no Brasil. Casacos bons costumam ser caros (no mínimo uns R$300-400), mas vale a pena o investimento. Comprar no exterior pode ser uma boa ideia, principalmente pela maior variedade (nem sempre os preços saem mais baratos), mas você tem que ter um casaco bom o suficiente para aguentar o frio até comprar outro lá rs.

Foto1

Casacos longos são bons para aquecer as coxas, mas em compensação são piores de se carregar no braço quando se entra num local aquecido. Esse casaco eu comprei na Zara.

Foto2

Casacos sem pêlos dentro e sem serem “fofos” (com ar dentro do tecido), como o da direita, costumam não ser quentes o suficiente.

Blusas e moletons

Se você for uma pessoa calorenta, pode ser que aguente zero grau apenas com uma camiseta de manga comprida e um bom casaco de frio, como é o caso do meu marido. Já eu, que sou friorenta, costumo usar uma camiseta de manga comprida, um moletom ou blusa de lã e o casaco de frio. Se eu for passar muito tempo ao ar livre, também gosto de colocar por baixo da camiseta de manga comprida uma blusinha fina de alcinhas, que ajuda a manter o calor do tronco. Lembre-se que camadas são um problema se você vai ficar entrando em locais fechados, então planeje a roupa de acordo com seu dia. O maior truque para se manter quente é não deixar “frestas” na roupa que façam com que você perca calor. Ou seja, colocar a camiseta dentro da calça pode não ser o visual mais moderno, mas faz uma enorme diferença em te manter aquecido!

Foto3

Esquerda: Zara, centro: Decathlon, direita: H&M

Calças

O que eu mais gosto de usar no frio são calças de veludo: elas mantém bem o calor sem me deixar desconfortável quando estou num ambiente aquecido. Calças jean são horríveis para o frio, principalmente se você é friorento como eu. Se você só as tiver para usar, você pode colocar uma meia-calça, leggings ou ceroulas por baixo do jeans para ajudar, mas lembre-se que se você ficar com calor numa loja, terá que ter o trabalho de ir ao banheiro para retirá-las. Calças sarja são melhores que as jeans, mas ainda assim não mantêm o calor como calças de veludo.

Foto4

Calça: GAP. Blusas mais longas são melhores para manter o calor do tronco. Colocar uma blusa fina por baixo da blusa e deixá-la para dentro da calça é uma ótima técnica para se manter aquecido.

Sapatos e meias

Foto5

Além das botas para o ar livre, é legal ter um calçado quentinho para usar dentro de casa. Acredite, quando você chegar em casa depois de horas no frio, a última coisa que você vai querer fazer é andar descalço ou de chinelo, mesmo a casa sendo aquecida. Pantufas ou meias bem grossas serão muito mais agradáveis.

Nós perdemos calor principalmente pelas extremidades, e os pés são os primeiros a ficarem gelados no frio. Por isso, é importante ter um calçado apropriado, que vede bem o calor, de preferência seja impermeável e tenha o interior acolchoado ou com pêlos. Se você sentir muito frio nos pés, você pode comprar também o que em alemão se chama “Warme Sole”, ou “sola quente”, que é uma palmilha que é peludinha de um lado (que fica em contato com seu pé) e isolante do outro (que fica em contato com o sapato, geralmente de papel alumínio ou cortiça). Eu nunca vi vendendo no Brasil, mas é fácil de encontrar em lojas de calçados na Europa.

As meias também são importantes. Tenha meias grossas não só pelo frio, mas também porque muitas vezes botas de frio machucam os pés se você usar meias finas. E não tente usar duas meias! Isso impede que seu suor evapore e se seus pés transpirarem (o que acredite, acontece mesmo quando você estiver no frio) o suor ficará gelado e será pior ainda para você. #truestory Ainda que pareça contraditório, passar talco nos pés é uma boa ideia no inverno porque isso evita que seus pés fiquem úmidos com o suor, e umidade é sinônimo de picolé quando você está a zero grau rs. Por causa das meias grossas e da “sola quente”, pode valer a pena comprar o calçado de frio um número maior do que você está acostumado. E quando seu pé ficar gelado (o que vai acontecer, mesmo para os calorentos, eles só precisarão de mais tempo ao ar livre pra que isso aconteça) é só entrar num café ou loja e enrolar um pouco até ele voltar ao normal. ;)

Acessórios

Como eu falei, é principalmente pelas extremidades que perdemos calor, então luvas são itens essenciais, mesmo que você seja a pessoa mais calorenta do planeta. Opte por luvas forradas, e não aquelas simples de tricô/ crochê que costumamos usar no Brasil – essas não são suficientes. As luvas podem ser de tricô/ crochê desde que dentro tenham um forro de tecido para impedir que o calor saia pelos “buraquinhos”. Proteger as orelhas também é questão de saúde, mesmo para os calorentos. Aquelas faixas que cobrem as orelhas são ótimas e não precisam nem ser super grossas para dar conta do trabalho. Um gorro também é muito bom porque perdemos bastante calor pela cabeça e, se você for friorento, pode usar o gorro e a faixa, para dar cobertura extra às orelhas. Um cachecol também é muito útil para “vedar” a gola do seu casaco e impedir que você perca calor por aí. É claro que o gorro, as luvas e o cachecol também podem servir para dar uma embelezada nesse seu look de esquimó rs. Se o cachecol for largo o suficiente, você pode usá-lo para cobrir sua boca e nariz caso esteja muito frio. Mas saiba que quando você remover o cachecol, seu rosto terá ficado úmido e você sentirá mais frio ainda! Então faça isso só se depois você for entrar num lugar aquecido e seu rosto puder voltar a ficar seco.

Se você quiser aprender a tricotar seu próprio cachecol, veja no meu post aqui!

Polainas também são ótimas aliadas dos friorentos. Mesmo com a calça de veludo, eu sinto muito frio nas canelas, então uso sempre. A vantagem de usar polainas + meias ao invés de só aquelas meias que vão até os joelhos é que as polainas você pode usar várias vezes sem ter que lavar enquanto você troca só as meias comuns :)

Foto6

Cachecol: eu mesma fiz :), gorro e luvas: Decathlon.

Você quer brincar na neve?

É claro que você quer, neve é MUITO LEGAL! rs Para isso lembre-se de que neve é água, então você precisa de roupas impermeáveis para brincar e não virar picolé depois. Muitos casacos e calçados de frio são impermeáveis, mas lembre-se de que as luvas também têm que ser, então esqueça as de tecido e opte pelas feitas propriamente para ski (que custam no mínimo uns R$50). E se você quiser se enfiar MESMO na neve, as calças também não podem ficar molhadas. Se você não quiser gastar R$300 numa calça de ski, você pode colocar uma calça de capa de chuva (como as que os motoqueiros usam) por cima da calça de veludo! Lembre-se somente de que se você se empolgar demais e acabar suando, a capa de chuva impedirá que a calça de baixo seque. Aí é só entrar num local aquecido, tirar a capa de chuva e esperar a calça de baixo secar antes de sair no frio novamente. Eu sei, parece nojento, mas hey, é o preço que se paga para não comprar uma calça apropriada que custa os olhos da cara rs.

Foto7

Se estiver nevando, lembre-se de usar um guarda-chuva ou um casaco impermeável com capuz. O guarda-chuva é uma boa opção para quem quer tirar fotos, já que a neve também molha a câmera.

No próximo post darei mais dicas sobre viajar no inverno!

Até a próxima!

(Agradecimento especial ao meu marido lindo pela paciência de tirar as fotos rs)

Anúncios

3 ideias sobre “Dicas de viagem: inverno europeu

  1. Pingback: Bad Gastein: um paraíso de inverno nos Alpes austríacos | Acetilcolina

Deixe um comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s