Bad Gastein: um paraíso de inverno nos Alpes austríacos

Oi gente!

No post de hoje vou falar sobre Bad Gastein, a pequena cidade nos alpes austríacos para onde fui na Lua de Mel e pela qual fiquei apaixonada!

Bad Gastein é uma vila com 170 km quadrados de área e população de apenas 4200 pessoas. Ela faz parte de um complexo de vilarejos no topo dos alpes austríacos, que são famosos por suas estações de esqui e banhos termais. Apesar de ser um ponto bem turístico, a sensação é de se estar num local pacato, bem diferente da sensação que você tem quando vai para uma cidade turística grande.

Bad1

A maioria dos turistas é européia, composta principalmente por amantes de esportes de inverno como esqui e snowboard. Encontramos muitos suecos lá, e (pasmem!) nenhum brasileiro. Bad Gastein parece ser conhecida só por quem já cansou de esquiar nos lugares mais famosos e está procurando boas pistas mas também tranquilidade. A cidade tem cara de Campos do Jordão, só que com frio de verdade e menos gente rs. Para quem não gosta ou não sabe fazer esportes de inverno é um destino muito gostoso se você está procurando um local romântico e calmo para ir, que era exatamente o que queríamos para a nossa lua de mel!

Observando Hofgastein.

Observando Hofgastein.

O legal é que, por receber muita gente de fora da Áustria, o local é super receptivo com turistas. Praticamente todo mundo, seja o atendente do hotel, seja o padeiro, sabe falar inglês. Alguns dão uma arranhada no idioma, o suficiente para você poder se comunicar, mas muitos falam inglês muito bem. Os cardápios são todos traduzidos para o inglês, e também as informações sobre os ônibus, pontos turísticos, etc. Para quem não sabe, na Áustria se fala alemão, mas é “alemão austríaco”, ou seja, um tipo de dialeto. Mesmo eu sendo fluente em alemão às vezes tive dificuldade de entender o que eles diziam, como acontece na região da Bavária na Alemanha. Acabei usando bastante o inglês e meu marido, que não sabe falar alemão, se virou muito bem só com o inglês quando estava sozinho. Também há em Bad Gastein uma lojinha de informações turísticas (fica num local chamado Mozartplatz, que é bem conhecido), onde as pessoas estão totalmente dispostas a lhe ajudar com o que quer que você precise.

Uma das atrações bacanas são os "after ski": as pessoas se reunem em volta da fogueira depois de um dia esquiando e tomam vinho quente, comem marshmallow e cantam. Apesar do frio, foi uma das minhas noites favoritas!

Uma das atrações bacanas são os “after ski”: as pessoas se reunem em volta da fogueira depois de um dia esquiando e tomam vinho quente, comem marshmallow e cantam. Apesar do frio, foi uma das minhas noites favoritas!

Os vilarejos vizinhos são bem próximos e é muito fácil ir de um a outro de ônibus. Sinceramente, eles todos são bem parecidos, mas há algumas atividades específicas em cada um. Enquanto Bad Gastein fica na encosta das montanhas, Hofgastein e Dorfgastein ficam na parte mais baixa, sendo que Dorfgastein é a entrada para o vale onde as vilas estão localizadas. Em Dorfgastein por exemplo você pode ver o castelo que originalmente guardava a entrada do vale, enquanto que em Hofgastein pudemos patinar no gelo e fazer um passeio de trenó puxado a cavalos! Também há uma região chamada Sportgastein, que não é uma vila em si e sim só o ponto de acesso a uma das estações de esqui.

Bad2

Há várias pistas de esqui e snowboard e, para quem é expert, dizem que é um dos melhores lugares para “freeriding” (que é assustadoramente descer a montanha “na raça”, fora de qualquer pista). Você também pode subir nos picos usando calçados normais, só para ver a vista, que é o que nós fizemos. E QUE VISTA!

Vista dos picos Kreuzkogel (fotos de cima) e Stubnerkogel (foto de baixo).

Vista dos picos Kreuzkogel (fotos de cima) e Stubnerkogel (foto de baixo).

Também há escolas de esqui e snowboarding, se você tiver interesse em aprender. Saiba que o processo é demorado e você cai muito no começo. Nós decidimos só fazer uma aula de snowbike: um tipo de bicicleta-esqui que é teoricamente o jeito mais de se descer a montanha. Realmente é simples de aprender a andar, mas vou avisando: não faça se você tem medo de altura. Descer deslizando a encosta íngrime de uma montanha foi a coisa mais assustadora que eu (que tenho medo de altura) já fiz, até chorei de medo hahaha!

Snowbike em Dorfgastein e  terma em Bad Gastein.

Snowbike em Dorfgastein e terma em Bad Gastein.

Quando você quiser relaxar, basta ir nas termas. A região tem fontes naturais de águas termais, que são usadas em spas que parecem um parque aquático fechado (ou seja, são piscinas, e não termas como no Japão). Também há piscinas externas, e ficar dentro da água quentinha, sentindo o ar gelado no rosto enquanto você olha as montanhas cobertas de neve é algo simplesmente incrível!

Outra coisa bacana de Bad Gastein é que é um local relativamente barato de se visitar. Digo “relativamente” porque as coisas são em Euro, claro, então depende de como estiver a cotação. Mas em comparação com outras cidades na Europa é um local bem barato, tanto em termos de acomodação, quanto de atividades turísticas e de comida. Para ajudar, você pode pedir no seu hotel para fazerem para você o Gastein Card, que é totalmente gratuito e te dá descontos em quase tudo o que você quiser fazer. E de quebra tem um caderno com várias atividades e todas as informações necessárias, para você decidir onde ir. É preciso prestar atenção que certas atividades são oferecidas somente em determinado dia da semana, principalmente porque a maioria é feita por famílias mesmo. Por exemplo, quando andamos de trenó, fomos a uma espécie de fazenda onde eles tinham cavalos e o dono nos levou para passear. Assim, a viagem fica com um ar muito mais rústico: apesar de ser um local turístico, tudo é muito simples e pessoal.

Nós ficamos num local chamado Haus Machreich, que é uma casa grande dividida em apartamentos. Nós adoramos: a localização era ótima, a vista maravilhosa, as instalações eram muito boas e limpas e os donos (que moram na casa) eram super atenciosos e nos ajudaram com tudo. E o preço era bem em conta! O único problema é que eles só aceitam depósito como pagamento, então nós só conseguimos ir porque a minha família na Alemanha pagou o depósito inicial que eles exigem, e depois nós pagamos o resto para a Haus Machreich e pagamos a minha família quando a encontramos na Alemanha. Mas quem sabe se vocês escreverem para eles eles não dão algum jeito, já que eles são tão simpáticos! E falam inglês muito bem!

Haus Machreich.

Haus Machreich.

Para chegar em Bad Gastein você tem que pegar um trem. Nós fomos de avião a Munique e depois fomos de trem para lá: a viagem leva cerca de 3,5 horas e é tranquila. Nós compramos os tickets do trem quando chegamos na estação, sem problemas. Bad Gastein também fica a poucas horas de trem de Salzburg, uma pequena cidade muito charmosa, onde Mozart nasceu. É bem viável sair cedo de Bad Gastein, passar o dia em Salzburg e depois voltar. Já Viena fica bem longe, então não dá para ir e voltar no mesmo dia. Salzburg, mesmo pequena, é muito maior e mais famosa que a região de Gastein, então lá você já se sente numa cidade turística convencional. Ainda assim tem muita coisa bonita e vale a pena conhecer.

Salzburg.

Salzburg.

Para completar, vale dizer que Bad Gastein também é ponto turístico no verão, ainda que seja mais famosa no inverno. No verão as pessoas gostam de ir para lá para fazer caminhadas, nadar em lagos e entrar em contato com a natureza. A paisagem parece ser incrível mesmo quando não tem neve!

Bad9

Foto retirada da internet.

E aí, alguém já tinha ouvido falar nessa cidade? Se você tiver alguma dica de local turístico pouco conhecido que vale a pena, deixe nos comentários! ;)

E se você for para um local frio assim, não se esqueça de ver as minhas dicas de viagem para a neve, aqui e aqui.

Até a próxima!

Anúncios

Uma ideia sobre “Bad Gastein: um paraíso de inverno nos Alpes austríacos

  1. Pingback: O seu medo de radiação é irracional? | Engenharia Livre

Deixe um comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s