Como cuidar de cabelos oleosos tingidos

Oi gente!

Em dezembro eu tive mais uma das minhas clássicas crises de “eu não aguento mais a minha cara” e resolvi fazer luzes caramelo no cabelo. Todo mundo sabe que descolorir o cabelo resseca bastante, mas aí veio a dúvida: e quem tem cabelo oleoso? Que cuidados deve tomar?

Quando se pesquisa por aí como cuidar de cabelos tingidos, a resposta é sempre uma tonelada de hidratante, óleos, leave ins (hidratantes sem enxágüe), etc. Mas eu sempre tive cabelo oleoso, então não sabia se eu devia fazer isso tudo ou não.

Imediatamente depois de descolorir o cabelo eu percebi que ele mudou: mesmo depois da hidratação da cabeleireira tê-lo deixado macio, a textura ficou diferente. Não de um modo que outras pessoas percebessem, mas eu consigo sentir. Não ficou ruim, só não está mais exatamente como meu cabelo sempre foi!

Aí fui então seguir as recomendações para cabelos tingidos, e descobri uma coisa: que mesmo meu cabelo tendo ressecado com a tintura, isso não mudou o fato de minhas raízes serem oleosas. Eu continuo não devendo passar cremes na raiz, por mais que o cabelo esteja pintado, porque senão fico com a cabeça super oleosa!

Comecei então a seguir recomendações para pessoas que têm cabelo misto, com raízes oleosas e pontas secas. E aí sim, a coisa começou a dar certo. Agora que tenho uma rotina de cuidados que tem funcionado, resolvi compartilhá-la com vocês!

No dia-a-dia, eu continuo lavando o cabelo com shampoo e condicionador normais. Pelo que eu li por aí essa história de usar produtos sem sulfato é bobagem (o que mais tira a cor do cabelo é a água mesmo, não o shampoo), então eu continuei usando meus produtos normais: por enquanto tenho usado o Deep Cleansing da TRESemmé.

O que eu mudei na minha rotina foi incorporar certa hidratação, o que eu não fazia antes. Agora, sempre que lavo a cabeça, uso o leave-in Coconut Milk, da Organix. Quem recomendou esse produto foi a Mari Santarem, e eu tenho gostado bastante. Ele é tipo um óleo que você passa depois do banho e não enxágua. Como o nome diz, ele tem cheiro de coco, então quem não gosta deve tentar outra linha. Minha recomendação para quem tem raízes oleosas é só passar o produto das orelhas para baixo (ou só nas pontinhas, se tiver cabelo curto). Pelo menos no meu caso, meu couro cabeludo dá conta do recado de deixar as raízes hidratadas, e se eu passar produtos nelas, meu cabelo fica ensebado rs.

cab1

Quanto à freqüência de lavagem, eu continuo geralmente lavando dia sim, dia não, como sempre fiz. Mas reparei que agora que o cabelo está um pouco mais seco dá para lavar num dia e ficar 2 dias sem lavar, se eu quiser, sem meu cabelo ficar tão oleoso quanto ficava antigamente. Para tentar preservar mais o cabelo, às vezes eu tento lava-lo menos, e aí eu uso um shampoo seco para ajudar nos dias com mais oleosidade.

Além de usar um leave-in sempre que lavo a cabeça, agora tenho feito hidratação toda semana. Para isso eu umedeço os cabelos e passo a máscara Luminous Colour Masque da Maria Nila, novamente apenas das orelhas para baixo. Eu uso esse produto só porque ele veio em uma Glossybox, mas eu não tenho nenhum “xodó” especial por ele rs.

cab2

Ignorem a tampa esbranquiçada, isso é o que acontece quando você mora num país onde a água é dura (cheia de carbonato de cálcio)!

Para dar uma ajudada maior nas pontas, que são as partes mais ressecadas, eu passo também (por cima da máscara) bem pouquinho de óleo de argan, no caso tenho usado o Argan Oil da HASK. Esse eu passo só nas pontinhas mesmo.

cab3

Depois de passar a máscara e o óleo de argan, eu amarro o cabelo num coque e deixo os produtos agirem por uns 15 minutos. Aí lavo a cabeça normalmente (com shampoo e condicionador) e passo o leave-in da Organix. Faço então esse processo uma vez por semana, e, como eu disse, meu cabelo ainda tem uma textura um pouco diferente do que tinha antes da descoloração, mas ele fica bem macio!

Se você é alguém que tem cabelo naturalmente oleoso, mas tingiu, recomendo então que você experimente ainda assim passar hidratantes só das orelhas para baixo. Na internet se diz que o óleo de argan, por exemplo, faz bem para o couro cabeludo, mas no meu caso se eu o passo na cabeça meu cabelo fica totalmente ensebado depois, mesmo que eu lave bem. Para mim, definitivamente, os óleos naturais dão conta de manter as raízes hidratadas, enquanto para o meio e para as pontas eu dou uma forcinha com hidratantes!

E vocês? Têm cabelo tingido? Quais cuidados vocês tomam?

Até a próxima!

Anúncios

6 ideias sobre “Como cuidar de cabelos oleosos tingidos

    1. Nicole Autor do post

      Eu tenho gostado muito dele, deixa o cabelo bem macio e apesar de eu não ser muito fã de cheiros doces, eu gosto bastante do cheiro de coco dele! Ele é meio caro, mas você usa bem pouquinho por vez, então dura bastante! :)

      Curtido por 1 pessoa

      Resposta
      1. Nicole Autor do post

        Pois é! Esse final de semana testei um outro shampoo seco porque eu adoro o efeito do da Batiste, mas detesto o cheiro. Infelizmente o shampoo novo que eu testei é horrível, então acho que terei que voltar a usar o da Batiste. Bjs!

        Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s